Por pbagora.com.br

A intervenção que o Diretório Nacional do PT está realizando em João Pessoa deve ser suspensa após decisão da Justiça Eleitoral, através de mandado de segurança que foi concedido nesta terça-feira (20), pelo juiz Fábio Leandro de Alencar Cunha.

Na decisão o magistrado atendeu um pedido da defesa do Diretório Municipal de João Pessoa que alegou ter sido vítima de ato abusivo por parte da Nacional e solicitou a restituição dos seus membros e do controle da campanha do candidato Anísio Maia.

Em trecho do documento, o juiz afirma que seja realizada a imediata reativação de todos os poderes ao Diretório Municipal destituído

“Ante ao exposto, CONCEDO A TUTELA REQUERIDA, a fim de suspender os efeitos do ato ilegal e abusivo da Presidente do Diretório Nacional do PT de intervenção e destituição do Diretório e Comissão Executiva Municipal eleitos do PT de João Pessoa, determinando a imediata reativação de todos os poderes ao Diretório Municipal destituído”.

Confira:

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidência da Câmara divide a base governista em CG

Os 23 vereadores eleitos para a próxima legislatura em Campina Grande, incluindo sete mulheres, já tem uma disputa pela frente. A eleição para Presidência da Câmara Municipal da cidade, marcada…

Nove deputados, sendo oito estaduais e um federal têm ou já tiveram a Covid-19

Pelo menos nove parlamentares paraibanos já entraram ou estão na lista dos políticos infectados pelo coronavírus. Destes, oito são deputados estaduais e apenas um é deputado federal. Na Câmara Federal,…