Por pbagora.com.br

O juiz eleitoral Euler Paulo de Moura Jansen negou pedido de liminar contra a publicação de pesquisa eleitoral que trata da disputa pela Prefeitura Municipal de Bayeux, na Região Metropolitana de João Pessoa.

A solicitação foi feita pela Coligação Bayeux Unida Contra a Corrupção.

Composta pelos partidos DEM / PV / PSL / PSC / PMB, a Coligação Bayeux Unida Contra a Corrupção alegou que a pesquisa realizada pelo Datavox Pesquisas de Opinião Pública e Estatística LTDA apresentava irregularidades: 1 – o estatístico responsável pela pesquisa não é cadastrado no Conselho Regional de Estatística; 2 – não se apresentou a assinatura com certificado digital do estatístico responsável pela pesquisa; 3 – há obscuridade em relação à apresentação “sistema interno de controle e verificação,
conferência e fiscalização da coleta de dados e do trabalho de campo” eis que tal informação foi suprimida no cadastro do TSE; e 4 – não se apresentou o plano amostral completo.

No entanto, após analisar dados apresentados pelo Datavox Pesquisas de Opinião Pública e Estatística LTDA comprovando a não obscuridade, o magistrado decidiu pelo indeferimento do pedido feito pela Coligação Bayeux Unida Contra a Corrupção.

Veja decisão:

 

 

 

 

 

 

 

 

VEJA – Decisão

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cartaxo apresenta logo mais, às 11h, dados da gestão e equipe de transição

O prefeito Luciano Cartaxo apresenta nesta quarta-feira (2), a partir das 11h, no auditório do Paço Municipal, no Centro, os dados relativos a gestão da Prefeitura de João Pessoa e…

Confira alguns fatores que podem ser definitivos na escolha para a presidência da CMJP

Vinte e sete vereadores foram eleitos para a próxima legislatura da Câmara Municipal de João Pessoa, na Paraíba. O parlamentar eleito com mais votos, Tanilson Soares (Avante), teve 7.510 sufrágios,…