A Paraíba o tempo todo  |

Justiça indefere registro de todas as candidaturas do PDT em Coremas

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Justiça Eleitoral através de decisão do juiz Odilson de Moraes, da 52ª Zona Eleitoral, determinou a anulação da convenção do PDT e consequentemente indeferiu o registro de candidatura de todos os membros do PDT na cidade de Coremas, no interior da Paraíba.

De acordo com a sentença, o motivo para a decisão do magistrado foi que a convenção realizada no último dia 16 de setembro foi presidida por Edilson Pereira de Oliveira, que está com os direitos políticos suspensos em decorrência de condenação por improbidade administrativa. Razão pela qual não poderia responder pela sigla, nem ao menos assinar todos os documentos inerentes à convenção partidária.

Ainda na sentença, o magistrado destaca que “mesmo sendo a convenção um ato colegiado, ela é nula, se convocada, presidida e assinada a ata por pessoa que não é filiada ou está com a filiação suspensa. Como é o caso do presidente do PDT-Coremas, Edilson Pereira de Oliveira”.

Com isso, os registros de candidatura do PDT tanto para a majoritária, encabeçada por Francisca das Chagas Andrade de Oliveira, como dos candidatos a vereadores pela sigla foram indeferidos.

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe