Por pbagora.com.br

O juiz da 3ª Vara da capital, Wolfran da Cunha Ramos, determinou o bloqueio de novos bens do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB). A defesa entrou com pedido para desbloquear os bens já sequestrados pela Justiça no valor de R$ 6,5 milhões, porém, o pedido foi negado.

O magistrado determinou o sequestro de mais quatro bens de Ricardo e argumentou que havia apenas R$ 56 mil na conta do ex-governador, sendo necessário o sequestro de outros bens para completar o valor determinado pela justiça.

O juiz não aceitou o argumento de que os valores bloqueados seriam lícitos e, portanto, não poderiam ser retidos. Ele acrescentou ainda que a lei possibilita o sequestro de bens lícitos ou ilícitos do investigado.

Notícias relacionadas

Ruy se mostra contra aumento de 69% do salário de servidores federais

“Quero falar sobre um assunto que deixa a todos nós indignados”, assim o deputado federal Ruy Carneiro, iniciou um debate acerca da portaria que autoriza uma parcela de servidores federais…

Medeiros alerta para propagação da covid no interior: “Ninguém usa máscara”

A iminência de uma terceira onda de casos de Covid-19 na Paraíba tem se tornado cada dia mais possível, sobretudo por conta da mudança comportamental da população do interior do…