Por pbagora.com.br

O Juiz Federal, Rogério Roberto Gonçalves de Abreu, suspendeu os efeitos da liminar obtida pelo Patriotas do pré-candidato, Wallber Virgolino, que proibia a exibição, publicação e compartilhamento de vídeo do pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP). A decisão foi tomada ontem (10), após Mandado de Segurança impetrado pelos advogados Marcos Antônio Souto Maior Filho e Bruno Augusto Albuquerque da Nóbrega.

Na peça apresentada os advogados destacaram que “não restou demonstrada a presença de pedido explícito de voto nos vídeos reclamados na representação, nem a utilização de formas proscritas durante o período oficial de propaganda e nem ainda violação ao princípio da igualdade de oportunidades entre os candidatos, não tendo a decisão objeto do presente mandamus apontado qualquer infração cometida pelo ora impetrante, se resumindo a lançar argumentos genéricos não aplicáveis ao presente caso, razão pela qual restou configurada a teratologia da decisão ora recorrida”.

Além disso o juiz destacou que “o representante (Patriotas), na petição inicial da representação, ao postular, liminarmente, a imediata cessação da suposta propaganda eleitoral antecipada,…, não indicou a(s) respectiva(s) URL(s) (Uniform Resource Locator – Localizador de Recurso Uniforme), o que afronta a legislação de regência”. E segue mais adiante: “Diante da ausência de indicação pela parte representante do endereço de postagem das referidas propagandas e, consequentemente, na impossibilidade de cumprimento da decisão vergastada, resta evidenciado o fumus boni iuris e, no mesmo sentido, resta igualmente demonstrado o periculum in mora, em vista da determinação da remoção imediata das propagandas das mencionadas redes sociais, pela autoridade tida como coatora, especialmente em vista de que a atuação da Justiça Eleitoral em relação a conteúdos divulgados na internet deve ser realizada com a menor interferência possível no debate democrático. Isso posto, presentes os elementos indispensáveis para a concessão da medida urgente, DEFIRO a medida liminar pleiteada para suspender os efeitos da decisão recorrida”.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente do TRE/PB orienta candidatos a evitar infringir medidas sanitárias na PB

Os candidatos a prefeito, vice prefeito e vereadores nas eleições deste ano, na Paraíba, devem ficar atentos ao que determina o protocolo do Novo Normal, emitido quinzenalmente pelo Poder Executivo,…

Nilvan presta queixa após ser alvo de ameaça em bandeiraço, nesta manhã

Candidato foi ameaçado com arma de fogo durante evento de campanha  Candidato à prefeitura de João Pessoa, o apresentador Nilvan Ferreira, do MDB, prestou um boletim de ocorrência na Central…