A Vara de Execuções Penais da Justiça fluminense aceitou o pedido de transferência de Eduardo Cunha para o Rio de Janeiro. O ex-deputado federal está preso desde 2016 no Complexo Médico Penal de São José dos Pinhais, no Paraná, por causa de investigações da Operação Lava Jato.

Em 2017, o ex-presidente da Câmara dos Deputados foi condenado a 15 anos e quatro meses de prisão pela 13ª Vara Federal de Curitiba, sob a acusação de ter solicitado propina para exploração da Petrobras em um campo de petróleo na África e ter recebido o valor em uma conta na Suíça.

A pena foi reduzida para 14 anos e seis meses de prisão por decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF).

O advogado de Eduardo Cunha, Rafael Guedes, disse que a transferência ainda depende de decisão da 2ª Vara de Execuções Penais de Curitiba.

 

Agência Brasil

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Deputada estadual exonera assessor acusado de assédio

A deputada estadual Doutora Paula (PP) exonerou um de seus assessores, após ele ser acusado de assédio sexual e de divulgar nas redes um vídeo íntimo da mulher assediada. O…

“Triste e lamentável”, define Hervázio sobre participação de presidente nacional do PSB no imbróglio da sigla na PB

O impasse interno no PSB da Paraíba, que ainda não foi resolvido, parece ter piorado após a “intervenção” do presidente nacional da sigla, Carlos Siqueira. Com autoridade para resolver o…