O deputado Federal Julian Lemos (PSL-PB) irá entrar com uma representação por quebra de decoro no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados contra a deputada Maria do Rosário (PT-RS). O parlamentar alega ter sido empurrado pela deputada durante a explicação do ministro da Educação, Abraham Weintraub, sobre os cortes no orçamento das universidades públicas e de institutos federais na semana passada.

Em resposta ao portal R7, o deputado paraibano declarou que 'a esquerda' se comporta como jogador de futebol que simula falta. Esse pessoal da esquerda fica correndo de um lado para o outro fazendo catimba, como jogador, que cai no chão sem ter falta. Então eles ficam provocando situações e o vídeo é claro. Ela está conversando com os jornalistas e de repente passa no corredor  e não tinha necessidde de esbarrar. Ela vendo, mesmo assim bateu o ombro. Acho que ela queria derrubar o celular, só que não conseguiu. Eu só fiz acompanhar ela. E ela fez a mesma coisa com o deputado delegado Éder Mauro e outro que não me recordo. E ela me bateu e perguntou: por que me empurrou?

Para Julian Lemos, o comportamento de Maria Rosário se caracteriza como quebra de decoro. Eu vou entrar no Conselho de Ética contra ela, porque se fosse o contrário eu já estava lá há muito tempo, e depois do que ela fez com o presidente Bolsonaro. 

A deputada Maria do Rosário ainda não se manifestou sobre o episódio.

Veja vídeo:

 

 

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Habeas corpus de Márcia Lucena e Cláudia Veras serão julgados na terça

O julgamento dos habeas corpus da prefeita de Conde, Márcia Lucena (PSB); da ex-secreta´ria da Saúde da Paraíba, Cláudia Veras; e do advogado Francisco Chagas, já têm data. Será na…

Efraim: ‘Tributária está em ritmo de corrida de 100 metros e administrativa é maratona’

Novo líder do DEM na Câmara, o deputado federal Efraim Filho (PB) defende o apoio à aprovação das reformas no Congresso e não tem dúvidas em afirmar que a discussão…