O deputado Julian Lemos (PSL) comentou sobre a decisão do presidente Jair Bolsonaro em deixar o PSL. Lemos antevê que o partido vai se manter unido, liberal e conservador.

Para ele, a legenda não vai ficar fraca. “O PSL não vai acabar, não vai ficar fraco, pelo contrário. É uma casa muito confortável para os parlamentares que estão aqui, que são valorizados”, acredita Lemos.

Para ele, não haverá prejuízo para os assuntos propostos pelo Executivo. “A única unidade que temos é em relação às pautas do governo. Estamos alinhados visando a governabilidade”, garante. As informações são do UOL.

 

Redação

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: João endurece o pescoço e chama oposição de meia dúzia de malandros

Ao participar de eventos inerentes à sua administração, no Brejo da Paraíba, nesta sexta-feira (13/12) o governador João Azevedo deu o tom em que pretende “dialogar” com as oposições, quando…

Aguinaldo destaca relação respeitosa com João, mas descarta parceria política

O deputado federal e líder da maioria na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP), não acredita na proximidade do seu grupo político com o do governador da Paraíba, João Azevêdo (sem partido)…