O deputado federal e presidente estadual do PSL na Paraíba, Julian Lemos voltou a usar os microfones das emissoras em Campina Grande, nesta terça-feira,09, para mandar o deputado estadual Moacir Rodrigues que também é do PSL, para cantar em outro galinheiro.

Para Julian é mentirosa a afirmação sobre um ato de filiação de 100 pessoas anunciado ontem pelo parlamentar.

Leia também

Resposta: Julian ataca ação de Moacir Rodrigues e ameaça expulsão

PSL filia cerca de 100 pessoas em CG, mas segue sem comando na PB

Guerra de notas no PSL: Moacir reage e quer novas eleições na sigla

 Julian disse que vai entrar junto com a comissão de ética do partido para punir Moacir Rodrigues que é irmão do prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues (PSDB) e que até pouco tempo era cotado para entrar no PSL.

“Primeiro quero dizer que Moacir não tem condição de puxar o tapete de ninguém. O que acontece é que o deputado está com muita cede ao pote. Ele chegou agora é já quer sentar na janela. Ele se juntou com pessoas que não são do PSL. O Moacir não liga não faz nada aí se junta com meia dúzia de pessoas para tumultuar. Ele que vá cantar em outro galinheiro”, disse o parlamentar federal destacando ratificando não existiu isso de Moacir filiar 100 pessoas ao PSL.

Segundo Julian, Moacir é uma pessoa totalmente desconectada do PSL.

“Ele sequer conhece o regimento do partido e sai falando aquelas abobrinhas. Se ele achar ruim ele já está liberado para ir para qualquer partido. Quem está sendo antidemocrático é ele, que fez uma reunião às escuras e ficou só naquela panelinha”, afirmou destacando que vai acionar Moacir no Conselho de ética da sigla.

 

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Especialista critica excesso de partidos na Paraíba: “Termina prejudicando”

O cientista político Lúcio Flávio Vasconcelos, doutor em história política pela Universidade de São Paulo (USP) e professor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), afirmou, em entrevista a imprensa esta…

Opinião: Eliza estimula suicídio e recrimina discussão sobre violência contra mulher

O cuidado quando se escreve sobre algo ou alguém requer, antes de tudo, certa parcialidade, pois entendo que ser imparcial por completo é algo fantasioso e humanamente impossível de ser…