Por pbagora.com.br

juíza Cláudia Evangelina Chianca ferreira de França, da 1º Zona Eleitoral de João Pessoa, acatou o pedido de tutela de urgência da coligação “Pra Cuidar de João Pessoa”, do candidato a prefeito Cícero Lucena (Progressistas) e determinou a retirada de vídeo da rede social Instagram, publicado pelo delegado e um dos coordenadores de campanha de Wallber Virgolino (Patriotas), Luiz Eduardo Montenegro Bento de Souza Segundo, devido conteúdo atentar contra a honra do progressista.

De acordo com a decisão, fica determinada a suspensão da “divulgação de imagem e vídeo ofensivos, através da conta Instagram, em que o representado, supostamente, atenta contra a honra do candidato a prefeito, Cícero Lucena”.

A juíza ainda destacou que, além de ter ofendido a honra do candidato, a publicação também deixou de mencionar as legendas partidárias integrantes da Coligação “Coragem para fazer o novo”, em desobediência à resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nº 23.610/2019.

Do documento ressalta que a conta onde foi publicado o conteúdo ofensivo conta com mais 3.500 seguidores, “o que torna tal publicidade ilegal de proporções bastante significativa, difundindo em massa a montagem feita para ridicularizar o candidato representante, ofendendo-lhe a honra e imagem.”

Conforme trecho que consta no documento, a imagem (montagem/trucagem) e o vídeo divulgados pelo delegado constitui, em tese, violação aos artigos 242 e 243 do Código Eleitoral.

“A medida tutelar urgente faz-se necessária, objetivando coibir comportamentos contrários ao ordenamento jurídico vigente, que desvirtuam o debate democrático por meio de ataques pessoais e ofensas, transformando-o em palco de ódio e antagonismos extremistas”, declarou a juíza na decisão.

Além da retirada do conteúdo da rede social, também ficou estabelecida multa diária no valor de R$500,00, limitada ao montante de R$5.000,00, em caso de descumprimento. O delegado e coordenador de campanha tem dois dias para apresentar defesa.

Decisão Liminar Coordendor Luiz Eduardo (Wallber) (2) (1)

PB Agora

Notícias relacionadas

Em nota, ALPB esclarece que ação da PGR não interfere na atual mesa diretora

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) esclarece que a ação direta de inconstitucionalidade (ADI), apresentada pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, no Supremo Tribunal Federal (STF), questionando dispositivo da Constituição…

“Medidas duras, porém necessárias”, diz líder de Cícero na CMJP sobre decreto

O líder do prefeito Cícero Lucena na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), o vereador Bruno Farias, avaliou o decreto assinto pelo chefe do Executivo municipal como necessário para conter a…