Por pbagora.com.br

O retorno do prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima (sem partido) ao cargo foi frustrado, mais uma vez, pela justiça. É que uma decisão do  juiz Aluízio Bezerra Filho, convocado em substituição ao desembargador João Benedito da Silva, apesar de determinar que fosse cumprida pela Câmara Municipal de Bayeux a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), considerou prejudicado o pedido de retorno de Berg Lima ao posto de gestor.

A decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) foi tomada nesta segunda-feira (17), mas o documento só chegou à Câmara ainda durante a noite. 

No documento,  a justiça explicíta o cumprimento do afastamento das medidas cautelares contra Berg Lima, devido ao julgamento de seu habeas corpus, todavia, impede o retorno ao cargo.

""

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Notícias relacionadas

Petista foi o único a votar contra PL que tornou atividade religiosa como essencial em JP

Indo de encontro às medidas restritivas (que incluem até toque de recolher) tomadas recentemente pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP) – em consonância com decreto estadual – para tentar barrar…

CCJ da ALPB rejeita texto que torna igrejas como atividade essencial na Paraíba

Na manhã desta sexta-feira (05), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) rejeitou o projeto de Lei de autoria do deputado Jutay Meneses (Republicanos),…