Por pbagora.com.br

Um grupo de intelectuais ligados ao PSOL vai divulgar neste sábado (3) um manifesto em que criticam a candidatura da senadora Marina Silva (PV-AC) à Presidência e defende o nome de Plínio de Arruda Sampaio (PSOL-SP) para disputar o cargo em 2010. Plínio foi candidato ao governo de São Paulo em 2006 e fez parte do grupo de ex-petistas que criou a sigla em 2004.

O manifesto é assinado por intelectuais de esquerda e ainda não representa uma posição oficial do PSOL com relação às eleições do ano que vem. O nome mais forte do partido para a disputa ainda é o da ex-senadora e atual vereadora em Maceió, Heloísa Helena (PSOL-AL), mas recentes declarações dela pró-Marina e demonstrações de que ele prefere disputar uma vaga no Senado por seu Estado acenderam o sinal amarelo entre seus apoiadores.

Outro nome com o qual o partido trabalha é o do ex-deputado federal pelo PT , Milton Temer (PSOL-RJ), que disputou o governado do Rio em 2006.

O documento que será lançado em evento no Sindicato dos Advogados de São Paulo propõe “um projeto anticapitalista, popular e socialista”. “Apenas dessa forma as forças populares terão condições de oferecer, em 2010, uma alternativa de voto aos milhões de brasileiros e brasileiras”, diz o documento.

Entre os nomes que já assinam o manifesto está o do bispo dom Tomás Balduíno, fundador da CPT (Comissão Pastoral da Terra) e do CIMI (Conselho Indigenista Missionário), dos professores da USP (Universidade de São Paulo), Fábio Konder Comparato e Alfredo Bosi, que também é membro da ABL (Academia Brasileira de Letras).
 

 

R7

Notícias relacionadas

Wilson Filho visita Defensoria e reforça compromisso com a instituição

O defensor público-geral da Paraíba, Ricardo Barros, e a subdefensora pública-geral,  Madalena Abrantes, receberam nesta quinta-feira (13), na Sede da Defensoria Pública do Estado (DPE-PB), a visita do deputado estadual…

Em 3 meses, ALPB aprova mais de 3 mil matérias e alcança 60% da produtividade de 2020

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou 3.082 matérias nos três primeiros meses deste ano, o equivalente a pouco mais de 60% do total da produção parlamentar em 2020, que…