Por pbagora.com.br

Durante a posse de novos auxiliares no Palácio da Redenção, solenidade que foi iniciada com uma hora e meia de atraso no final da manhã desta segunda-feira (3), o governador José Maranhão (PMDB) afirmou que as mudanças que estão sendo procedidas em sua equipe seguem uma lógica de melhorar a eficiência do governo, para tirar a Paraíba do “marasmo” em que estava. “Não tempos tempo para errar”, advertiu ele.

Uma das razões para o atraso de Maranhão ao Salão Nobre do Palácio, a ex-prefeita Cozete Barbosa (PT), nomeada para assumir gerência da Secretaria de Interiorização do Estado, em Campina Grande, terminou não comparecendo à solenidade. De qualquer forma, no seu pronunciamento, Maranhão fez um registro especial sobre a aquisição de Cozete na equipe.

O governador, em seu discurso ainda, pediu aos auxiliares que se empenhem cada vez mais em favor dos projetos prioritários do governo. Assegurou também que, apesar das grandes dificuldades, seu governo vai honrar todos os compromissos com os planos de cargos, carreira e remuneração programados pela gestão anterior.

Numa menção explícita aos adversários politicos, Maranhão garantiu que algumas “armadilhas” preparadas para seu governo, em forma de PCCRs, não terão efeito, pois ele conseguirá manter o pagamento do servidor. Referindo-se à frase do ex-presidente Juscelino Kubistcheck, o governador observou que quem aposta no pessimismo, já começa errado.

 

PB Agora

 

 

Notícias relacionadas

Vené anuncia R$ 450 mil para reformas no Corpo de Bombeiros de CG

Durante entrevista esta semana à imprensa de Campina Grande, o Vice-Presidente do Senado Federal, Senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB), anunciou que conseguiu recursos no valor de R$ 450 mil…

STF nega pedido de ex-governador RC de se ausentar de João Pessoa

O ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (psb) teve seu pedido de habeas corpus negado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes. A solicitação tinha objetivo de flexibilizar da…