Por pbagora.com.br

A Corte do Tribunal de Justiça da Paraíba derrubou a liminar da desembargadora Maria das Graças Moraes Guedes, expedida nesta manhã, que voltava a suspender a eleição para Mesa Diretora da Corte, e elegeu, em votação, nesta quinta-feira (22), o desembargador Joás de Brito Pereira Filho novo presidente da Corte.

O magistrado foi eleito por unanimidade.

Ele recebeu dez votos, dos 11 presentes. Apenas o desembargador  Romero Marcelo se absteve. Ele era contra a realização da eleição nesta quinta devido a ausência de muitos desembargadores.

O desembargador João Benedito ficou com a vice.  Já José Aurélio da Cruz foi escolhido para se o novo corregedor.

Estiveram presentes na sessão o presidente do TJ Marcos Cavalcanti, Luis Silvio Ramalho, Abraham Lincoln, Maria das Neves do Egito, Marcio Murilo, Joás de Brito, Arnóbio Alves, Romero Marcelo, João Benedito, Carlos Beltrão e José Aurélio.

Não compareceram José Ricardo Porto, Fred Coutinho, João Alves, Osvaldo Trigueiro, Saulo Benevides, Fátima Bezerra Cavalcanti, Leandro dos Santos e Maria das Graças Morais.

A liminar da desembargadora foi derrubada porque, segundo a Corte, a magistrada havia deixado de analisar o pedido de exceção de impedimento contra ela, já que a mesma figurava como parte interessada.

A eleição começou por volta das 10h e durou aproximadamente 2 horas.

 

 

PB Agora

 

Notícias relacionadas

Alheio a debate político, PDT faz mistério sobre futuro e alianças em 2022

Após o deputado federal Damião Feliciano (PDT) ter vencido à Covid-19 em meio a uma batalha pela vida de quase 90 dias, a família tem evitado entrar no debate político…

Wilson Filho visita Defensoria e reforça compromisso com a instituição

O defensor público-geral da Paraíba, Ricardo Barros, e a subdefensora pública-geral,  Madalena Abrantes, receberam nesta quinta-feira (13), na Sede da Defensoria Pública do Estado (DPE-PB), a visita do deputado estadual…