A Paraíba o tempo todo  |

João nega colocar ‘prazo de validade’ em proposta para Aguinaldo ser seu senador e rechaça “ansiedade” por definição

Durante entrevista ao programa Frente a Frente dessa segunda-feira (6), o governador João Azevêdo (PSB) rechaçou colocar um prazo máximo para que o pré-candidato a senador Aguinaldo Ribeiro (PP) aceite o seu convite para ser o senador de sua chapa. Para o gestor, existe uma antecipação nas eleições deste ano a qual ele não vai ceder.

“Não tem data. Não existe data. Eu já vi campanha eleitoral aqui que se foi para convenção sem o nome do vice. E durante a convenção é que surgiu o nome de vice. Então essas coisas tem tudo o seu tempo. Há uma ansiedade natural por conta da antecipação que foi feita. Há um ano atrás se discute chapa e não é assim”, garantiu.

Questionado sobre a confiança em Aguinaldo, João garantiu ter, caso contrário, não o teria convidado para a chapa. No entanto, ele reforçou que a decisão de Aguinaldo é pessoal e precisa ter o timing respeitado.

“Confio, claro. Se eu não confiasse eu não teria feito o convite. Eu não tenho dúvida nenhuma que ele tem condições de fazer uma boa disputa. Mas, continuo dizendo: é uma questão pessoal, de foro íntimo. Se ele se sentir absolutamente seguro para participar do processo, ele o fará. Se não, ele será candidato a alguma outra coisa”, finalizou.

 

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      9
      Compartilhe