Na manhã desta segunda-feira (30), o governador João Azevêdo (PSB) comentou as declarações do presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (PSB) de que “fofocas” contra João levadas por Gervásio Maia (PSB) ao ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) teriam desencadeado a crise na sigla.

Dando a entender que ainda existe muita água correndo por debaixo da ponte do imbróglio, João declarou que do seu ponto de vista essa não foi a causa principal.

“Eu não trato essa pauta dessa forma, evidentemente que o governo se faz com parceiros e aliados, é óbvio, mas não acho que tenha sido essa a causa principal” declarou.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em evento com policiais em SP, Jair Bolsonaro é exaltado e Doria, vaiado

O presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que estão com as relações estremecidas, dividiram nesta sexta-feira, 11, o mesmo palco durante cerimônia de formatura…

Carlos Bolsonaro diz que líder do PSL no Senado é “bobo da corte”

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) compartilhou neste domingo (13) uma mensagem no Twitter na qual classifica como “bobo da corte” o líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP). “Este…