O secretário de Estado da Articulação Política, João Gonçalves, ao negar a existência de qualquer racha na base de apoio à gestão de João Azevêdo na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), destacou para ele alguns dos motivos escutou da base que levou a essa especulação de crise entre o bloção e o G10.

 

De acordo com João, em uma base grande como a de João, é natural que haja a formação de blocos, mas que isso não significa que os parlamentares estejam deixando a base do governo. Segundo o auxiliar de João, existia atritos particulares que já foram resolvidos.

 

“São coisas até pessoais de alguns, por uma coisa ocorrida lá atrás na campanha, na eleição da mesa, na formação das comissões (dentro da ALPB). Mas tudo foi resolvido, todos estão com o governo”, explicou.

 

Gonçalves destacou que o parlamento, ele acima de tudo, tem a sua independência. “A formação de um bloco para discutir a formação das Comissões é um fato natural, até porque ninguém deixou a base do governo e o governador João que tem uma agenda positiva. O importante é que o governo tenha uma bancada consolidada, que tem coro absoluto, tem a maioria absoluta da Assembleia. Os blocos sempre irão existir, todos os mandatos que eu passei tiveram blocos e nunca deixou de ter a bancada”, disse o secretário.

 

 

Redação

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

RC cobra investigação para arrombamento de escritório em JP

O ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), presidente da Fundação João Mangabeira, está cobrando investigação para apurar o arrombamento de seu escritório, em João Pessoa, ocorrido na noite de ontem,…

Lula pede que STF compartilhe as conversas da Vaza Jato

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) apresentou nesta terça-feira (13) um habeas corpus para que o ministro do STF Alexandre de Moraes divulgue as conversas em…