Por pbagora.com.br

Em live realizada na noite deste domingo (31), o governador João Azevêdo (Cidadania) anunciou a intenção do Governo do Estado em fazer a retomada gradual da economia, mas de forma gradual. No pronunciamento, ele explicou como se dará o sistema de bandeiras com parâmetros para flexibilização na Paraíba. Segundo ele, a flexibilização dependerá do avanço daquele município com base nos parâmetros. Essa avaliação para mudança do status será realizada a cada 15 dias.

“A cada 15 dias vamos avaliar esses modelos e distribuir para todas as prefeituras e colocar evidentemente à disposição das pessoas. O prefeito fará decretos, cada prefeitura fará o decreto em função daquela Bandeira determinada, naquele período. Não haverá mudança de bandeiras com período mínimo ou menor do que 15 dias. O que vai acontecer claramente é que, para que se haja uma mudança de bandeiras, você tem alguns parâmetros como redução do número de casos, leitos de UTI disponíveis, taxa de transmissibilidade, ou seja, é um estudo extremamente técnico que vai subsidiar a tomada de decisão de cada Prefeito”, afirmou o governador.

João deu um apanhado geral de como o sistema de parâmetros será reavaliado. “Esse modelo tem como parâmetro principal e premissas a utilização de quatro conjuntos de indicadores orçamentários, epidemiológico e do sistema de saúde. Nós vamos trabalhar o número básico de propagação do vírus, progressão de casos e taxa de letalidade. Vamos trabalhar com obediência ao isolamento social, a taxa de ocupação hospitalar e a taxa de imunidade da população é levado em consideração. A partir desses parâmetros é que você monta uma matriz, formada por todos esses iten. A cada 15 dias nós vamos rodar o modelo e estabelecer para cada município uma bandeira, com a bandeira verde, amarela, vermelha e preta, onde na bandeira verde todos os setores estarão em funcionamento, adotando medidas apenas para o distanciamento social”, explicou.

Plano para retomada das atividades econômicas na Paraíba

O governador informou que tudo o que foi explicado será detalhado com a presença da equipe técnica em uma entrevista coletiva marcada para esta segunda-feira (1º). “Uma coletiva será dada com a participação da procuradoria geral do Estado, da secretaria de segurança da polícia, do comando da polícia militar, da procuradoria geral do município de João Pessoa, para que a gente possa esclarecer detalhes deste decreto”, finalizou.

Veja mais:

Em live, João desmente fake news, destaca transparência e anuncia ações econômicas

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bolsa Atleta Municipal anunciado por Ruy beneficia jovens e paratletas

João Pessoa vai receber o maior programa de apoio a jovens atletas na gestão do candidato a prefeito Ruy Carneiro, com o objetivo de incentivar e profissionalizar o esporte, colocando…

Vice de Bolinha na disputa pela PMCG tem registro indeferido pela Justiça

Uma decisão do juiz eleitoral, Alexandre José Gonçalves Trineto, da 16ª Zona Eleitoral em Campina Grande indeferiu o registro de candidatura de Annelise Mota de Alencar Meneguesso (PSL), que concorre como…