O governador João Azevêdo realizou, nesta quinta-feira (23), uma visita técnica às áreas, nas imediações do Centro de Convenções de João Pessoa, que serão disponibilizadas, por meio de edital de chamamento público, para a construção de resorts. No último dia 6, o gestor assinou as escrituras de oito lotes que já poderão constar no edital do projeto Polo Cabo Branco, que será lançado nos próximos dias.

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual explicou que todos os órgãos do Governo da Paraíba envolvidos com o projeto estiveram presentes ao local para acompanhar todos os serviços que devem ser mantidos e iniciados para a garantia da construção dos resorts.
 
“O DER vai fazer uma recuperação do sistema viário, com a implantação de microasfalto, recuperação da parte de drenagem, sinalização e iluminação das vias; a Cagepa fará a parte de manutenção da rede existente e revisão das estações elevatórias de esgoto. Já a Cinep irá coordenar o projeto da instalação dos resorts. Nós também convidamos a Energisa, que é parte interessada no processo, para que comece a analisar e verificar como poderemos, o mais rápido possível, oferecer a área pronta para que os empresários do setor do turismo possam, a partir da licitação, iniciar rapidamente a construção dos empreendimentos”, comentou.  

O secretário do Turismo e do Desenvolvimento Econômico, Gustavo Feliciano, afirmou que os resorts irão promover uma grande transformação no turismo de João Pessoa. “O Governo do Estado tem feito uma série de investimentos na área, a exemplo do Centro de Convenções, que já mudou a realidade do turismo de eventos na nossa Capital, e com a atração dos resorts, vamos mudar o panorama turístico da nossa cidade e elevar a capacidade do número de leitos”, frisou.

O presidente da Cinep, Rômulo Polari Filho, disse que o órgão ficará responsável pelo acompanhamento da instalação e manutenção de todos os empreendimentos que farão parte do Distrito Industrial do Turismo. “Nós vamos controlar prazos, obrigações assumidas, destacando que o edital dará uma atenção à questão das energias renováveis, prevendo a substituição de energia elétrica por energia solar; o empreendimento terá esse viés sustentável porque estará contornado pelo maior parque ambiental da Paraíba. A nossa previsão é de que tenhamos, em 20 meses, obras privadas e essa área vai estar completamente mudada para que João Pessoa possa entrar no roteiro turístico de resorts no Brasil”, falou.

O presidente do DER, Carlos Pereira, garantiu que o órgão já iniciará nesta sexta-feira (24) o levantamento de todos os serviços que serão realizados no local. “Nós vamos fazer um projeto de iluminação dos canteiros centrais e laterais na área que atravessa a PB-008 e dá acesso ao Polo Turístico e também iremos recompor o pavimento das ruas, deixando-as em amplas condições de trafegabilidade, pois o serviço foi feito há muito tempo”, relatou.

O secretário da Infraestrutura, dos Recursos Hídricos e do Meio Ambiente, Deusdete Queiroga, também acompanhou a visita técnica.

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Jeová critica privatização da Eletrobrás e denuncia que povo pagará mais caro pela água e alimento

O deputado estadual Jeová Campos, conhecido por liderar o debate em defesa da chegada da água da Transposição aos municípios paraibanos, fez duras críticas à possibilidade de privatização da estatal…

Bolsonaro é recebido com gritos de ‘mito’ e ‘miliciano’ em jogo

O presidente da República, Jair Bolsonaro, chegou por volta das 16h15 de ontem (16/11), na Vila Belmiro, em Santos (SP), para acompanhar o jogo entre Santos e São Paulo, pelo…