Por pbagora.com.br

O governador João Azevêdo manteve reuniões, nessa quarta-feira (23) e quinta-feira (24), em Brasília, com parlamentares paraibanos, ocasião em que foram retomadas as discussões sobre a destinação de emendas federais para o orçamento geral da União referente ao exercício financeiro de 2020.

Além de ações voltadas para o custeio de serviços nas áreas da saúde e educação, o Governo do Estado pleiteia recursos para a execução de um conjunto de obras, que compreende o Centro de Convenções de Campina Grande, o Ramal Piancó, Centros de Monitoramento e Controle para a Segurança Pública, sistema de adutoras e o arco metropolitano de João Pessoa.

O chefe do Executivo estadual destacou a importância da manutenção do diálogo com a bancada federal da Paraíba para assegurar a melhoria da qualidade de vida da população. “Essa é a minha segunda visita à Brasília para tratar das emendas parlamentares e eu tenho feito um trabalho de peregrinação em cada gabinete de deputados e senadores em busca da definição do que é prioritário ao Estado, que tem carência em todas as áreas, e estamos apresentando as nossas prioridades e, de comum acordo, estamos atingindo um alcance social muito importante”, relatou.

O gestor também explicou que os valores destinados ao Estado, por meio de emendas parlamentares, deverão ser conhecidos até o final desta quinta-feira (24). “Esse contato individual tem o objetivo de viabilizar projetos importantes que vão de obras de custeio até resíduos sólidos, hospitais, intervenções em estradas e perfurações de poços. A nossa discussão é sobre o que podemos fazer juntos pelo povo paraibano e é o que estamos buscando em cada gabinete de parlamentar: o compromisso com o seu povo”, disse.

No último dia 8, o governador João Azevêdo participou de uma reunião, na Capital Federal, com a bancada federal da Paraíba, onde foram iniciadas as discussões sobre a destinação de emendas parlamentares ao Estado. No total, deputados e senadores têm direito a apresentar emendas impositivas que somam R$ 247 milhões.

PB Agora

Notícias relacionadas

Cícero diz que não recebeu planejamento ou identificação de áreas alagadas de JP

Durante entrevista à Rádio Arapuan FM, o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas) detalhou a força-tarefa que está sendo realizada por secretarias para dirimir os efeitos das fortes chuvas…

Após protesto de músicos, PMJP reafirma importância do cumprimento do decreto

Após protesto realizado por músicos na frente do Centro Administrativo Municipal de João Pessoa, ontem (25), contra os novos decretos estabelecidos pela Prefeitura da Capital e Governo do Estado, a…