A Paraíba o tempo todo  |

João espera que Bolsonaro volte ao “mundo real” e comece a pensar nos problemas da população

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Em entrevista a imprensa o governador de João Azevêdo (Cidadania) avaliou os recentes comportamentos do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). Para o chefe do executivo estadual sua expectativa é para que o presidente da república volte ao “mundo real” e comece a pensar nos problemas da população.

Ao comentar sobre o recente recuou de Bolsonaro, no último dia 9 de setembro, onde emitiu a “Declaração à Nação”, onde diz que não teve a “intenção de agredir quaisquer dos poderes”, João comentou: “Nós esperamos que essa carta seja duradoura em seu conteúdo. Isso foi o que todos os governadores têm pedido já há muito tempo, que se desse uma trégua nesse processo de disputa e que a gente pudesse enfrentar os reais problemas do povo. Ou seja, o mundo real, que foi esquecido e sobrou única e exclusivamente numa disputa insana política”.

“Respeitar a democracia é entender que você faz parte de uma estrutura que tem poder legislativo, judiciário e executivo. E, a elas, você está subordinado. Mas a relação entre poderes no Brasil sofreu muito com os ataques constantes, principalmente partindo do presidente da república”, disse o governador.

Ainda segundo o governador paraibano, além dos desafios naturais enfrentados durante uma crise sanitária, os gestores estaduais ainda precisaram enfrentar uma crise política. Na avaliação de João Azevêdo, os problemas tiveram início antes de 2020, com a posse presidencial em janeiro de 2019. “Ao longo desses últimos anos a sociedade brasileira, como um todo, tem pago um preço muito alto”, disse. Para ele, as preocupações do presidente da república, Jair Bolsonaro (sem partido), desde o início de seu mandato, destoam com as reais necessidades da população brasileira. Geração de emprego, combate à fome, educação, infraestrutura e saúde parecem ter se tornado pautas secundárias.

Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe