A Paraíba o tempo todo  |

João Azevêdo desconstrói discurso sobre codificados adotado pela oposição

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A polêmica, iniciada no início dessa semana, dando conta da falsa existência de 21 mil servidores codificados prestando serviço ao Governo da Paraíba, primeiro desmentida pelo executivo e posteriormente pelo Banco do Brasil, ganhou, também, a reação do candidato ao Governo da Paraíba, pelo PSB, João Azevêdo (PSB), que de forma direta e clara acabou desconstruindo o discurso da oposição e de adversários sobre o tema.

Assim como o presidente do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, André Carlo Tôrres, Azevêdo também esclareceu que a figura do ‘codificado’, criada em gestões passadas, no atual governo deixou de existir.

“O governador Ricardo Coutinho acabou com os servidores CODIFICADOS na Paraíba”, disse o socialista ao explicar que foi o senador Cássio Cunha Lima, quando era governador, que só aumentou o número desses servidores com altos salários, onerando a folha do Estado.

“É importante entender como as pessoas esquecem o passado. Codificado não foi invenção do Governador Ricardo Coutinho não, Codificado nós herdamos do governo passado e vocês sabem quem era o governador antes de Ricardo Coutinho que não resolveu a questão. Nós estamos sim resolvendo essa questão e estamos resolvendo através de concurso, porque antes todos os professores eram codificados”, disse João.

O candidato do PSB ressaltou ainda que antigamente codificado era o servidor que chegava no banco para receber com o CPF, sem dizer onde trabalhava ou sua função e garantiu que hoje a realidade é outra.

Hoje não, não existe mais codificados na Paraíba o que existe são prestadores de serviço, que se sabe aonde trabalha e quanto recebe. Informação essa repassada ao Tribunal de Contas do Estado. Coisa que não acontecia em governos anteriores”, afirmou o candidato socialista ao confirmar que ainda existem 7 mil prestadores de serviço na área de educação no Estado. “Nós vamos resolver fazendo concurso”, finalizou.

 

PB Agora

Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe