Por pbagora.com.br

O ano de 2020 poderá começar com grandes mudanças partidárias ou com uma fumaça branca no jardim girassol da Paraíba. Isso porque o governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), cravou o mês de dezembro de 2019 como prazo final para definir seu destino partidário. Segundo ele, há apenas duas alternativas a seguir: permanecer filiado, ou se desfiliar e buscar uma nova agremiação.

“Essa questão partidária tem que ser tratada internamente pelo partido, quem gerou o problema que resolva, e caso não haja condição de permanência, não terei problema nenhum com relação a colocar minha posição de mudar de agremiação. Não é isso que eu estou definindo, não é isso que estou anunciando. Eu estou dizendo que até o final do ano nós teremos duas alternativas, ou ficar no partido, ou sair do partido, não existe outra alternativa”, avisou.

Segundo o governador, caberá a executiva do PSB decidir se quer ter um governador filiado em seus quadros ou não.

“Eu acho que na vida tudo tem um ciclo e existem momentos, e é importante que o partido demonstre se tem interesse de ter um governador ou não. Existem coisas internas no partido que precisam ser colocadas de forma mais clara, que não estão sendo postas nesse momento. Eu continuo dizendo que a forma como foi feita a dissolução do diretório, a forma como foi tirado o companheiro Edvaldo Rosas da presidência, não foi correta nem democrática. O partido teria inúmeras formas de resolver o problema e parte do partido preferiu o caminho extremamente desgastante”, lamentou.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Aguinaldo Ribeiro solicita que Câmara vote proposta de auxílio ao setor de eventos nesta 4ª

O deputado federal e líder da Maioria na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) solicitou na manhã desta quarta-feira (03) que a votação do Projeto que cria o Programa Emergencial de Retomada…

TCE multa prefeita por nomear sobrinha, a esposa e irmã do vice-prefeito

A 2ª Câmara do Tribunal de Contas do Estado julgou parcialmente procedente denúncia de nepotismo formulada pelo ex-presidente da Câmara Municipal de Boa Ventura, Cícero Jacinto da Silva, contra a…