Diante da crise no PSB, o governador da Paraíba João Azevêdo revelou em entrevista a Rádio Correio FM, que já recebeu convites para ingressar em outros partidos e destacou que sua permanência no PSB depende do partido.

– Eu vi pela imprensa alguns partidos se colocando à disposição. Evidentemente, que isso nem passa pela minha cabeça, não estou focado nisso agora. Eu tenho foco é com a gestão desse estado que me elegeu em outubro para dar continuidade a um projeto. O PSB vai decidir qual é a posição que quer com relação ao governador, se quer um governador dentro do PSB ou não – disse.

Ele disse não acreditar em um possível ‘boicote’ orquestrado pelo grupo ligado ao ex-governador Ricardo Coutinho. Apesar de ignorar a possibilidade, João afirmou que caso haja qualquer tentativa, o Governo tomará as providências.

“Supondo que ocorra [boicote], o que eu não acredito, o governador vai tomar as providências. Ninguém dentro do governo, estará boicotando o governo e o governo ser omisso. É evidente que não. Não acredito nisso. Mas se acontecer, tomarei as medidas devidas e necessárias”, pontuou.

PB Agora

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Agenda: Aguinaldo se divide entre prefeitos e Reforma Tributária

O deputado federal e líder da Maioria na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) vem mantendo uma agenda bastante atribulada em Brasília. Em recente reunião com os prefeitos paraibanos que estão na…

Vereador prevê que descaso de Cartaxo deve levar a greve de categorias em JP

O vereador líder da oposição na Câmara Municipal de João Pessoa, Marcos Henriques (PT), em discurso ontem (18), na tribuna da Casa, previu a de deflagração de uma greve dos…