Diante do imbróglio do Partido Socialista Brasileiro, o deputado estadual Jeová Campos, insistiu reunificação da legenda envolvendo o governador João Azevêdo e o ex-governador Ricardo Coutinho, e citou os avanços que a Paraíba experimentou na gestão socialista.

Sem manifestar publicamente a sua posição, Jeová defendeu a união do partido em nome de conquistas do projeto nos últimos anos. E acredita que a crise no PSB provocada pelo controle do partido no Estado, será contornada.

O parlamentar garantiu que vai trabalhar “pela união de forças, e por realinhar as forças políticas que transformaram a Paraíba nos últimos oito anos”,

“Defendo essa unidade, trabalho pela união e não pela divisão tão pretendida por nossos adversários históricos”, afirmou.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vené e João têm conversa amistosa e reforçam sintonia

Assim como anunciado na última sexta-feira (09), o senador Veneziano (PSB) confirmou que se encontrou com o governador João Azevêdo (sem partido) nesse final de semana para tratar da conjuntura…

Ainda hoje: PB Agora/Datavox divulga números da corrida eleitoral pela prefeitura de Pedras de Fogo, para 2020

O portal PB Agora, em parceria com o Instituto Datavox, divulga nesta segunda-feira (09), os números da corrida eleitoral pela prefeitura de Pedras de Fogo. O resultado deverá trazer o…