Por pbagora.com.br

 Em todas as entrevistas que já concedeu, o senador Cícero Lucena (PSDB) foi enfático ao afirmar que não aceita em hipóteses alguma abrir mão de disputar à reeleição. Vivendo o último ano do primeiro mandato de senador, Cícero se sente no direito de integrar a chapa majoritária a ser encabeçada pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB), e assim, refazer o caminho de volta para o Senado.

Só que para pisar de novo no famoso “tapete azul” do Congresso Nacional, ele precisa convencer os líderes tucanos a abrir a vaga na chapa. O PSDB já deu demonstrações que pretende “rifar” a candidatura de Cícero como forma de ampliar a aliança com outros partidos, visando o fortalecimento da candidatura do senador Cássio. O presidente estadual do partido, o deputado federal Ruy Carneiro, tem defendido o nome de Cícero para disputar uma vaga na Câmara Federal. Cícero iria disputar voto com Pedro Cunha Lima e com o próprio Ruy que deve concorrer à reeleição.

Em entrevista a imprensa paraibana, o irmão Cícero Lucena descartou qualquer possibilidade do senador abrir de disputar a reeleição para concorrer a uma vaga na Câmara dos Deputados, como vem sendo sugerido pela Direção Estadual da legenda tucana na Paraíba.

Enfático e objetivo, Pedro Lucena disse que essa esta condição inexiste, reproduzindo declarações de Cícero no programa de Juarez Amaral na Rádio Cidade em Campina Grande.

Ele mostrou-se cauteloso quanto à postura que irmão adotará caso seja efetivamente rifado chapa da majoritária a ser encabeçada pelo senador Cássio Cunha Lima. Segundo Pedro, o tucano aguarda a formalização do Diretório Estadual, para só depois disso se manifestar”,

O imbróglio envolvendo Cícero Lucena e a cúpula do PSDB paraibano veio à tona depois que se tornaram públicas as informações de que o senador Cássio Cunha Lima teria definido o nome petebista Wilson Santiago como candidato ao Senado na chapa majoritária a ser encabeçada pela legenda tucana.

Severino Lopes

PBAgora

Notícias relacionadas

Opinião – Senador Jorge Kajuru: O Traidor!

Até o meu próprio amigo pessoal em quem eu tanto confiava, com quem eu comia o pão, traiu-me! Salmo 41.9. O Senador falastrão, Jorge Kajuru, pelo Estado de Goiás, pôs…

Políticos da PB comentam efeitos da ‘guerra’ entre poderes no Brasil

Em um momento de grandes dificuldades e incertezas, a recente troca de comando no Ministério da Saúde está longe de estancar a crise política que dividiu o país. A disputa…