A Paraíba o tempo todo  |

“Iremos analisar caso a caso”, diz João sobre destino de aliados que não quiserem apoiar chapa majoritária única nas eleições desse ano

“Iremos analisar caso a caso”. Foi essa a resposta do governador João Azevêdo (PSB), em entrevista nesta terça-feira (24), ao ser questionado se os aliados do governo que não apoiarem a chapa majoritária completa seriam convidados a se retirar do agrupamento polític

o.
Atualmente nomes do Republicanos e do próprio PSB tem declarado apoio à pré-candidatura do deputado federal Efraim Filho (União Brasil) para o Senado Federal, mesmo o parlamentar estando na chapa da oposição ao Governo João.

“Sendo a chapa anunciada o governo e o governador, todas as pessoas que compõem esse governo terão o envolvimento na campanha a partir da escolha da chapa. Se alguém está na chapa será pedido que essas pessoas apoiam os nossos candidatos. Eu não iria pedir voto para adversário”, avisou.

 

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe