Apesar de alguns integrantes do blocão estipularem o dia 20 de dezembro como a data limite para o grupo formado pelo PT, PP e PSC indicarem um nome para disputar o Governo do Estado em 2014, o deputado federal Leonardo Gadelha (PSC) fez o caminho inverso e alertou sobre o perigo da precipitação.

Apesar de reconhecer a demora do blocão em não ter um nome definido, o parlamentar alertou que é preciso ter cautela quanto ao nome a ser escolhido.
“Fica perigoso estabelecer datas para que possamos lançar um nome deste bloco”, afirmou.

Mesmo com a ressalva, Leonardo acredita que o grupo deve entrar em 2014 como esta definição. Ele acrescentou que o nome poderá vir de qualquer um dos partidos que compõem o bloco.

O parlamentar disse ainda que a proximidade da data estabelecida para a definição do nome, que seria o próximo dia 20 deste mês, mas asseverou sobre a impossibilidade da data.

“Primeiro precisamos saber o que a Paraíba espera de um candidato e só a partir daí discutiremos o perfil do candidato, disse.

Leonardo adiantou que o blocão mantem conversas permanentes com outras legendas, a exemplo do PEN, PTB, PPS e até o PMDB entre outras e que esses partidos também serão ouvidos caso venham a integrar o grupo na disputa contra o governador Ricardo Coutinho.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Triste e lamentável”, define Hervázio sobre participação de presidente nacional do PSB no imbróglio da sigla na PB

O impasse interno no PSB da Paraíba, que ainda não foi resolvido, parece ter piorado após a “intervenção” do presidente nacional da sigla, Carlos Siqueira. Com autoridade para resolver o…

JP: vereadores tentam justificar prazo vencido para apresentação da LOA 2020

A proposta da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2020, da Prefeitura Municipal de João Pessoa, apesar de já está com prazos vencidos de apresentação na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP),…