Por pbagora.com.br

A política da Paraíba segue com suas indefinições, enquanto algumas peças se mostram fixas no tabuleiro a maioria está sondando para que lado vai na disputa eleitoral de 2018. PV de Lucélio Cartaxo, PSB de João Azevedo e MDB de José Maranhão estão de olho nestas articulações e definir o quanto antes suas chapas majoritárias para as eleições de outubro.

 

Um exempo de indefinição vive o PP que estava desde o início do governo de Luciano Cartaxo (PV) diante da prefeitura de João Pessoa e por não ter tido espaço na chapa vitoriosa, deseja agora essa retribuição, mas que até o momento não veio e a possibilidade de apoiar outro nome que não seja o de Lucálio Cartaxo (PV) é mais forte a cada dia.

 

"Decisão é algo que se toma e não volta atrás. E a definição tem que ser logo porque sabendo qual cargo irá disputar você define sua agenda de trabalho", destacou Daniela Ribeiro, deputada estadual e cotada para ser pré-candidata a senadora pelo PP..   

 

O PR também comentou sobre o assunto. O  ex-secretário do Estado, Bruno Roberto destacou que a sigla está conversando com todos os pré-candidatos, mas deu como principal condição estar na majoritária, além disso, propostas e cunho ideológico semelhante a sigla, como fatores para apoiar.

 

"Temos a mesma condição, temos prazo que vai até agosto e vamos analisar as propostas de cada pré-candidato e onde ideologicamente, isso deve ser pesado, o PR pode contribuir mais. Podemos disputar qualquer quadro na majoritária", asseverou.

 

O Solidariedade, presidido pelo deputado estadual Bruno Cunha Lima, revelou que ainda há pontos que precisam ser definidos: "Não são pontos pessoais, mas de interesse público, propostas de fato que estejam em sintonia com a nossa atuação no Estado", explicou. 

 

PB Agora com Rádio Arapuan

Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cícero diz que não teme inelegibilidade: “Tenho a tranquilidade de que serei candidato”

Apesar de ainda apresentar pendências jurídicas junto ao Tribunal de Contas da União, que acabam colocando em xeque a viabilidade do seu nome para encarar a disputa pela prefeitura de…

“Se for preciso, o governador fará”, diz Guerra sobre intervenção em Bayeux

“Se for o caso e se for preciso, o governador fará. Não tenho dúvidas”. A declaração foi dada nesta segunda-feira (10) pelo  residente do Cidadania e Secretário Chefe do Governo…