Por pbagora.com.br

Desde ontem, nenhum candidato a cargo eletivo poderá ser preso ou detido, exceto em casos em que seja flagrado cometendo algum tipo de crime. É a chamada ‘imunidade eleitoral’, que está prevista no Código Eleitoral. A imunidade também valerá para os eleitores, mas apenas no período de 2 a 9 de outubro deste ano. Isso mesmo: até 48 horas após a eleição do dia 7, excetuando também a prisão em flagrante.

 

O perfil do candidato paraibano para as Eleições 2018 é homem, branco, casado, com nível superior, empresário e com idade entre 50 e 54 anos. Segundo dados registrados e divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a maioria dos 606 candidatos se enquadra em alguma dessas características.

 

O número de candidatos para as eleições do Congresso Federal e Assembleia Legislativa da Paraíba aumentou. Em 2014, 583 candidatos registraram candidaturas, enquanto 606 cidadãos colocaram seu nome à disposição de um dos cargos eletivos em 2018. Vejam quem são os postulantes: https://especiais.gazetadopovo.com.br/eleicoes/2018/candidatos/pb/~

 

 

Redação

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bruno manda recado sobre disputa pela PMCG: “Não faz parte do meu planejamento ser vice de quem quer que seja”

Pré-candidato à prefeitura de Campina Grande, o ex-deputado estadual Bruno Cunha Lima (PSD) descartou, durante entrevista nesta segunda-feira (03), qualquer possibilidade de ser candidato a vice na disputa pela sucessão…

Opinião: já são dezesseis pré-candidatos à sucessão de Cartaxo. A maioria quer mesmo é se arrumar…

O quadro sucessório visando as eleições municipais em João Pessoa já registra 16 pretendentes ao cargo hoje ocupado pelo prefeito Luciano Cartaxo e, diz-se, um décimo sétimo estaria para surgir.…