O jornal Estado de São Paulo já está fazendo suas conjecturas visando as eleições 2014 aqui na Paraíba. A publicação trouxe em destaque uma matéria dando como certa a aliança entre o PT e o PMDB em vários estados, sendo a Paraíba um deles.

De acordo com o jornal, o presidente do PT , Ruy Falcão contou que o PT deve ter candidatura própria em 12 estados e descartou a Paraíba nesta lista.

 

"A nossa orientação nacional é reeleger a presidente Dilma Rousseff e aumentar o número de deputados e senadores", argumentou.

 

Segundo Ruy, o principal aliado da presidente no plano nacional, o PMDB fala em lançar 22 nomes, o que inviabilizaria a capilarização da parceria com o PT. Depois de concluída a apuração das urnas do Processo de Eleições Diretas (PED) do PT, a primeira missão da nova cúpula petista será reconstruir pontes com os caciques regionais peemedebistas.

 

Já o presidente do PMDB, Valdir Raupp revelou que cada um vai ter que se virar e usar as suas armas, além de ter minimizado as forças do PT. Para ele, na conjuntura atual, a união entre PT e PMDB só é possível no Para, Rondônia, Amazonas, Rio Grande do Norte e Paraíba.

 

Pelo argumento de ambos, a dobradinha de 2006 e 2010 pode ser repetida em 2014, mas trocando José Maranhão (PMDB)  por outro cabeça de chapa, o ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego (PMDB) e o PT indicando o nome para vice. 

 

O PT vai tentar evitar intervenções e dá como certa a Paraíba morta na tentativa de lançar o nome da legenda para candidato a governador e vai tentar construir chapa com PMDB.

 

Confira a matéria do Estadão clicando aqui

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

TRF absolve vice prefeito Enivaldo Ribeiro em ação de improbidade

A 3ª turma do TRF da 5a Região , em julgamento ocorrido nesta quarta -feira , reformou sentença proferida pela 4a Vara Federal de Campina Grande, julgando improcedente ação de…

Julian não assinou lista que alçava filho de Bolsonaro à liderança do PSL

Os áudios polêmicos do deputado federal Julian Lemos e de Jair Bolsonaro, amplamente divulgados na imprensa, além da informação de que o presidente teria uam ‘lista negra’ de traidores e…