A Paraíba o tempo todo  |

Haroldo Lucena diz que não quer mais cargos no PMDB e reconhece que já “sofreu demais” no partido

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Ainda magoado por ter sido preterido na substituição do governador José Maranhão na presidência do PMDB paraibano, o vice-presidente do partido no Estado, ex-vice-prefeio Haroldo Lucena, declarou nesta terça-feira (7) que não ocupará mais cargo algum na direção ou executiva da legenda.

Ex-presidente do PMDB paraibano e atual vice, Haroldo Lucena foi trocado pelo ex-tesoureiro Antônio de Sousa que assumiu o comando da legenda indicado pelo governador Maranhão, afastado do cargo por impedimento estatutário.

“Vou cumprir meu mandato de vice-presidente até setembro e depois não quero mais saber de compor direção ou diretório algum do PMDB. Já sofri demais”, desabafou em entrevista ao PB Agora.

Haroldo Lucena, que passou nove anos como presidente do PMDB paraibano, disse que não pretende deixar o partido. Mas declarou que está “na luta por sua independência”.

Ele disse que já superou a indicação de Maranhão. E declarou que não vai mais responder agressões ou críticas de quem quer que seja.

PB Agora
 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe