“Virou rotina”. Depois do deputado Júnior Araújo (Avante), mais um deputado teve o celular clonado na Paraíba. A nova vítima dos bandidos foi o deputado estadual Felipe Leitão (DEM). Junior, Branco Mendes e Lindholfo Pires sofreram o mesmo golpe.
De recesso parlamentar, o deputado está fora do estado, e busca providências para o caso.

“Tive meu número clonado, não consigo fazer ligações, nem tão pouco enviar mensagens, estamos tomando as medidas cabíveis”, declarou o deputado.

No começo dessa semana, o deputado Júnior Araújo também teve o seu celular clonado.. Após perceber a clonagem, ele fez o alerta, nesta pelas redes sociais.
Também de recesso parlamentar, o deputado faz viagem internacional com a família.

“Meu celular foi clonado, portanto, qualquer mensagem enviada em meu nome NÃO fui eu”, escreveu o deputado em uma ferramenta do Instagram.

Júnior Araújo é o primeiro parlamentar a ter o celular clonado em 2020 mas o crime foi recorrente em 2019, quando diversos deputados e cerca de dez prefeitos foram vítimas de ocorrências semelhantes. Na maioria dos casos, o suspeito clona a conta do Whatsapp, aplicativo de mensagem e, ao se passar pelo político, faz pedido de transferência de valores a pessoas próximas.

No ano passado, o deputado estadual Lindolfo Pires também teve o número do telefone celular clonado e fez alerta a todos que estão tentando aplicar golpes pedindo dinheiro.
O parlamentar pediu que todos os seus contatos desconsiderem este tipo de mensagem e ressaltou que está tentando restabelecer sua linha telefônica o mais rápido possível.

Os deputados, Wallber Virgulino, Jane Panta, Ricardo Barbosa, Trócolli Junior e Moacir Rodrigues,bem como, o ex deputado Neto Franca, também foram alvos do mesmo golpe.

SL
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente do Podemos assume liderança da bancada de oposição na CMCG

A bancada de oposição na Câmara Municipal de Campina Grande tem um novo líder. O presidente do Podemos, vereador Galego do Leite que volta a comandar a bancada oposicionista na…