Por pbagora.com.br

O governo parece ter jogado a toalha na questão da Previdência; o próprio Michel Temer deu o tom do desânimo: "eu já fiz minha parte", disse, praticamente lavando as mãos sobre a questão; vice-líder do governo, o deputado Rogério Rosso (PSD-DF), disse que a "a Previdência está cada vez mais longe de ser aprovada"

Diante da falta generalizada de apoio –que não se alterou nem diante do uso de bilhões de reais em emendas parlamentares– o governo temer parece ter jogado a toalha na questão da Previdência. 

Diversos membros do governo têm falado abertamente sobe o assunto. 

O próprio Michel Temer, em entrevista ao Estado de S.Paulo, deu o tom do desânimo: "eu já fiz minha parte", disse, praticamente lavando as mãos sobre a questão. 

Vice-líder do governo, o deputado Rogério Rosso (PSD-DF), diz que fez um apelo a Temer para adiar a votação da reforma da previdência e não marcar nova data. Para Rosso, se a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) for colocada em votação no dia 19 de fevereiro será derrotada e o País perderá a oportunidade de tratar do tema. "A Previdência está cada vez mais longe de ser aprovada", concluiu.

A informação é do portal Brasil 247

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

IBAMA detecta 287 hectares de área desmatada no bioma caatinga na PB

O IBAMA identificou 287,76 hectares de desmatamento ilegal no bioma da caatinga, na Paraíba. A área corresponde a 411 campos de futebol. O flagrante aconteceu durante a deflagração da Operação…

Poço sem fundo: esquema envolvendo presidente do partido de Nilvan é de mais de R$ 45 milhões

Conforme as investigações da Polícia Federal e da Controladoria Geral da União, que deflagraram na manhã desta quarta-feira (25) a “Operação Poço Sem Fundo” o grupo, que envolve diretamente o…