Por pbagora.com.br

Ainda não tem data definida para a assinatura do projeto de financiamento da ordem de US$ 40 milhões (R$ 67,6 milhões) do Fundo de Investimentos no Desenvolvimento Agrícola (Fida), das Nações Unidas, para projeto de financiamento de inclusão social no Estado, foi o que informou nesta sexta-feira, dia 13, o representante do órgão, Ivan Cossio, durante reunião com o secretário do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, Carlos Dunga e dirigentes das empresas vinculadas, o representante do Fida disse que foram acertados os próximos passos para a efetivação do contrato.

A proposta apresentada pelo Governo do Estado contempla a pecuária de leite de cabra, inclusive com a implantação de uma usina de produção de leite em pó, e de apoio ao setor de beneficiamento de minérios, dois segmentos importantes para a geração de oportunidades de trabalho e de renda.

O olhar do Governo do Estado para o homem do campo, na tentativa de criar condições para que possam inverter situações é destacado pelo técnico desta agência internacional de financiamento. “O interessante em tudo isso é pensar que os produtores rurais pobres, hoje, precisam ganhar dinheiro incorporando-se a mercado que normalmente estes não chegam. Tem uma combinação de assistência técnica para melhorar a produção e estamos convencidos de que será um excelente projeto”, afirmou.

A primeira etapa das discussões sobre o projeto de financiamento está em fase final de conclusão e, em breve, o Fida vai encaminhar a versão para apreciação e aprovação do governador Cássio Cunha Lima. No mês de maio, uma nova equipe de técnicos fará a versão final, e avançará para a assinatura do projeto’.

Há oito meses o Governo do Paraíba formulou pedido de financiamento do Fida, destinado a atender as populações mais pobres. Cossio defende que a proposta da Paraíba foi bem elaborada e destacou o mais importante justamente a proposta focando atender aos pequenos produtores rurais.

Serão atendidas mais de 191 mil pessoas de 55 cidades do Cariri, Seridó e Curimataú paraibano ainda, em 2009, com recursos da ordem de US$ 40 milhões do Fundo de Investimentos no Desenvolvimento Agrícola (Fida), das Nações Unidas.

O Governo do Estado vai assumir como contrapartida a metade dos recursos e os outros 50% serão de responsabilidade da agência financiadora. Segundo o secretário Carlos Dunga, o projeto visa apoiar a agricultura familiar e fortalecer o desenvolvimento rural, com oportunidades de emprego, trabalho e de renda junto às comunidades rurais mais carentes.
 

 

 

SECOM

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Consult: Cícero aparece com 49,2% e Nilvan com 40,9%; indecisos são 1,7%

O Instituto Consult divulgou nesta terça-feira (24), durante o programa de Rádio “Arapuan Verdade”, a pesquisa de intenção de voto para o 2º turno das eleições municipais em João Pessoa.…

Casos de Covid-19 em CG aumentam 130% em uma semana, aponta pesquisa

Nesta segunda-feira, 23, o professor Josenildo Brito de Oliveira, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), publicou mais um relatório de pesquisa sobre o trabalho que analisa os número da…