Por pbagora.com.br

Em resposta ao pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na noite de ontem (24) em cadeia nacional de Rádio e TV, o governador João Azevêdo (Cidadania) reagiu com críticas ao discurso.

“A nossa posição será de manter exatamente o plano elaborado anteriormente. Esse pronunciamento foi um desserviço à nação’, disse o chefe do executivo nacional em resposta. Mais cedo, Bolsonaro criticou as ações determinadas por governadores e prefeitos em relação ao combate ao novo coronavírus, como o fechamento de lojas, bares, restaurantes e estabelecimentos.

“Algumas poucas autoridades estaduais e municipais devem abandonar o conceito de terra arrasada, a proibição de transportes, o fechamento de comércio e o confinamento em massa. O que se passa no mundo tem mostrado que o grupo de risco é o das pessoas acima de 60 anos. Então, por que fechar escolas?”, pontuou o presidente.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mídia nacional destaca favoritismo de Cícero Lucena no 2º Turno em João Pessoa

Em texto publicado pelo jornalista João Pedro Pitombo, na Folha de São Paulo, o candidato à Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) Cícero Lucena, do PP, é colocado como favorito…

Folha diz que Nilvan ‘falsificou’ reportagem para se colocar como favorito

Na tarde deste sábado, o jornal Folha de São Paulo desmentiu o candidato a prefeito em João Pessoa, Nilvan Ferreira (MDB), e o acusou de distorcer reportagem onde a Folha…