O recente gesto do governo do Estado em solicitar a suspensão do embargo das obras da prefeitura de João Pessoa na comunidade Porto do Capim não implicam acordos políticos, mas sim bom senso. O alerta é do governador João Azevêdo (PSB), que, em entrevista nesta quarta-feira (05) ainda admitiu a possibilidade de vir a se relacionar com o prefeito Luciano Cartaxo (PV), para tratar de pautas administrativa.

“Administrativamente sim, eu tenho uma relação com os 223 municípios, eu sou governador da Paraíba, eu não posso discriminar município algum, até porque a população aqui de João Pessoa, além e merecer uma atenção por ser a Capital do Estado, essa população me deu uma vitória extremamente significativa. Então eu tenho respeito pelas pessoas, eu não tenho o menor problema para ter relação com qualquer que seja o prefeito. O fato de receber, sentar, conversar não significa acordo político”, disse.

O governador assegurou que sua preocupação, nesse momento, é trazer para a Paraíba, cada vez mais, obras, ações e serviços que contribuíam para a melhoria de vida do paraibano e do turista que escolhe o Estado para visitar.

“Eu não estou com essa preocupação (política) agora. A minha preocupação agora é com momentos como este, que podem marcar, eu não tenho dúvida nenhuma, a história da Paraíba na área do turismo, e esse é um desses momentos”, falou, se referindo a assinatura do edital que garantirá a construção do Pólo Turístico Cabo Branco.

POLO TURÍSTICO

Em entrevista à imprensa, o governador ressaltou que a expectativa é de geração de mais de 3 mil empregos na primeira etapa e outros 6.360 novos postos de trabalho quando os hotéis estiverem em operação. A previsão é de que sejam construídos cinco resorts na área.

Ao todo, estima-se mais de 12 mil empregos gerados de forma direta ou indireta a partir da construção dos resorts.

O edital será publicado nesta quinta-feira (06) e será aberto um prazo de 45 dias para apresentação das propostas, que serão analisadas por uma comissão. A partir da aprovação das propostas, as empresas terão um novo prazo para apresentar o projeto final e solicitar o licenciamento para iniciar as construções.

PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Adriano Galdino recebe título de cidadão pessoense e Medalha Epitácio Pessoa

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, recebeu, nesta segunda-feira (21), o título de cidadão pessoense e a Medalha Epitácio Pessoa, durante sessão solene realizada em conjunto…

Eduardo Carneiro defende PL que torna carne de sol de Picuí patrimônio imaterial

O deputado estadual Eduardo Carneiro (PRTB) vai recorrer da decisão da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) que considerou o projeto de Lei…