Por pbagora.com.br

O gesto da vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) de emitir uma nota para imprensa, destacando e elogiando a coerência do governador Ricardo Coutinho (PSB) não repercutiu muito bem entre os aliados da gestão estadual, a exemplo do secretário Luís Tôrres.

Ele disse, na tarde desta sexta-feira, 6, durante entrevista ao jornalista Maurílio Júnior, no programa Rádio verdade, do Sistema Arapuan de Comunicação, que foi tardia a nota da vice anunciando irrestrito apoio à decisão do governador Ricardo Coutinho (PSB).

Sem papas na língua, Tôrres foi direto 'na jugular' e ressaltou que não vale dizer para qual time torce após o fim do jogo. 

Nas entrelinhas o secretário deixou no ar que o governo tinha informações de que um governo paralelo estaria se formando, fato que Ricardo não compactuaria.

“O governo tinha essas informações e isso era de conhecimento de todos”, disse.

 

Leia abaixo a nota oficial emitida pela vice-governadora

NOTA

Fui uma das que defendeu a permanência do Governador Ricardo Coutinho na função até o último dia de mandato, inclusive publicamente, por entender que essa atitude era a única que representava uma postura de coerência e respeito com a população da Paraíba.
Seu gesto conta com o meu mais irrestrito apoio. Viva o trabalho!

Lígia Feliciano

Vice-governadora da Paraíba

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: Damião Feliciano senta no banco de reserva sem deixar de observar jogo eleitoral e as consequências pós 2020

O deputado federal Damião Feliciano (PDT) reapareceu na cena política após agir e articular a eleição indireta na cidade de Bayeux, que elegeu a vereadora Luciene de Fofinho (PDT) prefeita…

Veneziano lembra Dia Nacional dos Deficientes Auditivos e destaca ampliação de medidas de acessibilidade

O Dia Nacional dos Surdos é comemorado no dia 26 de setembro e o senador licenciado Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) fez referência à data, ao lembrar que todos os…