Por pbagora.com.br

 Em entrevista à TV Arapuã, o deputado presidente da Assembleia Legislativa, Gervásio Maia (PSB), deixou claro, que a união entre o PMDB e o PSDB, ocorrida em João Pessoa, tem prazo de validade e não deve ser replicada para todo o estado. E

Para ele, a aliança celebrada no ano passado, não tem sustentação, e tende a se desfazer em breve conforme a mudança no cenário político.
“Eu preciso ver para crer. É um casamento que a conta não vai fechar. Como reunir no mesmo palanque PSDB e Veneziano Vital do Rêgo em Campina Grande?”, questionou.

A pretensão do socialista é atrair o apoio do PMDB, e nesse sentido, disse que aposta . “na aliança que o PSB tem com importantes membros do PMDB”.

Cotado para disputar o Governo do Estado em 2018, Gervásio Maia afirmou que o nome do seu partido para as eleições ocorrerá em momento oportuno e defendeu que deverá ser escolhido um nome que garanta a continuidade do projeto desenvolvido pelo PSB.

Em relação a uma nova reforma será feita na estrutura do prédio que abriga a sede da Assembleia Legislativa da Paraíba, no Centro de João Pessoa, o presidente da Assembleia, Gervásio Maia explicou que a proposta principal é ampliar o plenário José Mariz.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Opinião: Lava Jato só serviu para pôr a extrema-direita no Poder e quebrar o Brasil

Para melhor avaliar o estrago que foi a Lava Jato, basta que se observe o que era o Brasil antes e depois de instituída esta Operação. Tanto do ponto de…

Senado define presidente, vice e relator da CPI da Covid-19; veja quem são

Um acordo entre parlamentares que vão compor a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia no Senado, responsável por investigar as ações do governo federal e o uso de verbas…