Por pbagora.com.br

Atual presidente estadual do PSB na Paraíba, o deputado federal Gervásio Maia confirmou, em entrevista nesta quarta-feira (29), a pré-candidatura do partido à prefeitura de João Pessoa nas eleições desse ano. Segundo ele, a decisão já está tomada, todavia, o nome que encabeçará essa disputa ainda segue uma incógnita, podendo ser qualquer pessoa que esteja filiada à legenda.

“Os que estão filiados ao partido e que tem identificação e lealdade a sua história, poderão estar dentre os escolhidos. Isso vai ser construído com todos que integram e que vão participar do pleito através do PSB. Estando filiado já estará apto a se apresentar como um possível nome. Nós temos vários nomes, não vou citar para não esquecer ninguém. A única coisa que posso afirmar com toda a certeza é de que o PSB estará no jogo firmemente e com uma grande história construída, diga-se de passagem”, ressaltou.

Indagado se poderia ser ele o nome escolhido, Gervásio sinalizou que não, já que atualmente é o único representante da Paraíba, pelo partido, na Câmara dos Deputados, e, como dirigente, não julga correto correr o risco de perder o espaço.
“Eu estou muito focado no mandato de deputado federal, muito sintonizado com a bancada e como partido me Brasília, estou me sentindo útil e requisitado pelo projeto, e depois que assumi a responsabilidade, depois que fui indicado para presidir o diretório estadual, eu preciso dizer que não condição de presidente eu tenho que observar, ouvir e ajudar na construção das coisas. Eu tenho minhas preferencias sobre nomes, mas não é oportuno colocar agora”, explicou.

E continuou: “Tenho diante dos grandes quadros a minha ponderação firme em relação ao meu nome, porque no instante que eu renuncio ao projeto de deputado federal e sigo numa pré-candidatura, o partido termina perdendo uma representação e o trabalho que vem sendo realizado por toda a Paraíba, além dos recursos que estamos destinando”.

RICARDO COUTINHO

Sobre a possibilidade de o nome do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) estar no páreo, Gervásio preferiu não declarar preferência, e ressaltou que, assim como outros, ele era um filiado da legenda, apto para a disputa.

“O partido tem grandes quadros, nomes com identificação e força, e que abrir mao dessas opções para o PSB perder uma cadeira na

Câmara dos Deputados, teria que ser algo muito analisado. Não estou dizendo sim nem não, estou apenas considerando o cenário”, disse.

ALIANÇAS

Apesar de estar dirigindo a sigla, Gervásio ainda não sabe com que partidos o PSB marchará no primeiro turno das eleições. Ele ressaltou que cada agremiação tem o direito de lançar seus próprios candidatos e que caso não seja possível uma união no primeiro turno, os partidos que tenham a mesma ideologia se encontrarão no segundo turno do pleito.

“A gente tem que respeitar as decisões dos outros. Mesmo estando no mesmo campo, eles têm o mesmo direito. Até porque eu imagino que essa eleição será de dois turnos e quem não se juntar no primeiro, deverá se encontrar no segundo. Cada coisa no seu tempo”, finalizou. As declarações foram veiculadas em entrevista ao programa Rede Verdade, da TV Arapuan.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Efraim Filho defende ampliação de saque do FGTS

O deputado Efraim Filho (DEM/PB) é destaque no Jornal “Valor Econômico”, ao defender ampliação do acesso do trabalhador ao saque do FGTS em tempos de Pandemia. Leia a matéria na…

Em Barra de São Miguel, Santiago prestigia inauguração de praça

O deputado federal Wilson Santiago (PTB) participou nesse sábado (1) da inauguração da reforma e ampliação da Praça Ismael Mahon, no Centro de Barra de São Miguel. O prefeito anfitrião…