Por pbagora.com.br

Um dos principais desafios do novo presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) será a adoção de medida para reduzir o mercado ilegal de drogas no Brasil e principalmente investimentos na educação e em campanha de conscientização. De acordo com levantamento apresentado pelo general da Reserva Alberto Mendes Cardoso, ex-ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) do Governo Fernando Henrique Cardoso, fundador da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e da Secretaria Nacional de Política Sobre Drogas (Senad), o narcotráfico movimenta cerca de R$ 17 bilhões por ano, com captação extremamente lucrativa, e a dinâmica de alimentação do crime penetra em praticamente todas as camadas da sociedade.

 

De acordo com o general da Reserva Alberto Mendes Cardoso, cerca de 80% a 95% dos crimes violentos registrados em 2017 no Rio de Janeiro tiveram ligação direta com o narcotráfico. “O Rio é a vitrine internacional do Brasil e foco de levantamento de dados sobre criminalidade de órgãos oficiais e entidades civis. O lucro da atividade depende da sua situação de ilegalidade”, comentou.

 

O general reforçou a importância sobre a prevenção do uso de drogas e um olhar mais atento do Estado a políticas eficientes de educação. “Eu sou a favor da liberação do uso de drogas e da legalização do comércio, desde que as instituições cumpram o dever ético de dar condições para a juventude brasileira se capacitar para discernir seus malefícios”, revelou.

 

O ex-ministro disse, ainda, que a chave para a solução deste problema, que tende a se agravar, está em uma posição efetiva do Governo Federal para municipalizar as ações preventivas. “Nos falta um pouco de mentalidade de Estado brasileiro, raciocinamos muito com aqueles segmentos de governos e por força disso há uma dificuldade muito grande dos governos que se sucedem manterem uma política que dê valor a política de Estado. Assim acontece com a política da prevenção do uso de drogas, mesmo porque ela faz parte de uma política de educação”, declarou.

 

 

Redação

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Notícias relacionadas

Pesquisador analisa efeito do fim das coligações que deve extinguir siglas

As eleições municipais do ano passado marcaram o fim das coligações entre partidos para a escolha dos vereadores. A medida, estabelecida pela emenda constitucional 97/2017, enfraqueceu e até representar o…

Campina limita funcionamento de bares, restaurantes e lojas de conveniência

A prefeitura de Campina Grande, no Agreste da Paraíba, confirmou que haverá redução no horário de funcionamento de bares e restaurantes do município. A medida acontece em razão do avanço…