O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) Adriano Galdino, comentou a decisão dos membros da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) que aprovaram ontem por unanimidade a propositura do título de cidadão paraibano ao presidente Jair Bolsonaro (PSL). Na oportunidade ele falou sobre o titulo de louvor que propôs na ALPB sobre a recente visita da primeira-dama do Brasil Michelle Bolsonaro a Campina Grande.

 

“Compare bem o cidadão é presidente do Brasil, eu acho que tem muita gente que é a favor como contra. Eu particularmente votei contra ele, mas como brasileiro torço que o governo dele der certo, para que a gente possa ter um país cada vez melhor”, disse Galdino, que destacou que somente vai decidir sobre o titulo quando o mesmo chegar ao plenário.

 

“Eu só tomei conhecimento agora eu propus um titulo de louvor à primeira-dama Michelle Bolsonaro. Eu achei incrível aquela atitude dela de vir aqui e se abraçar com aquele cidadão. Mostrou muita humildade”, afirmou.  

 

A matéria foi recebida pela Comissão de Constituição de Justiça e Redação (CCJ) da ALPB, , presidida por Pollyanna Dutra (PSB), no dia 8 deste mês e foi relatada pelo deputado Ricardo Barbosa (PSB). A CCJ aprecia apenas a constitucionalidade ou não da matéria. A mesma deve seguir para votação em plenário nos próximos dias.

 

 

Redação

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bruno volta a convidar socialistas para se filiar e avalia brechas partidárias para desfiliações

Diferente do ex-vereador Zezinho do Botafogo e dos vereadores Tibério Limeira e Léo Bezerra, ambos do PSB que devem migrar neste mês de março para o Cidadania devido a proximidade…

Pré-candidatos a prefeitos em JP e CG com um pé na folia e o olho no voto

Para a cientista política Priscila Lapa, os eventos de rua no período carnavalesco são muito propícios para que os pré-candidatos tenham visibilidade e coloquem suas campanhas na rua.  Neste sentido…