O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino (PSB) revelou na manhã desta terça-feira (18), que apesar da força tarefa que será realizada durante todo o dia com sessão com horário apenas para começar, um importante projeto ficará para ser apreciado apenas no próximo semestre: a Emenda Impositiva.

O motivo, segundo Galdino é o consenso que ele quer criar junto ao Executivo.

“Sobre a [Medida] Impositiva ainda estou buscando o conseso, é importante que seja aprovada mas que haja um consenso com o Executivo para que os serviços essenciais e o pagamento da folha não sejam prejudicados, então vamos buscar esse consenso que irá atender os deputados e também o governo do estado” disse.

Galdino disse entender ainda que o tema é uma questão nacional e que a Casa e o governador João Azevêdo (PSB) através do diálogo conseguirão chegar a um denominador comum.

“Nós entendemos que a emenda impositiva é uma questão nacional, nós já temos o Orçamento Impositivo no Congresso, mas vejo que o governador João é um homem do diálogo, da conversa, do convencimento, eu acho que ele vai entender que é bom para ele enquanto gestor ser o construtor dessa nova fase, desse novo diálogo com o parlamento, atendendo não só os deputados da base, mas da oposição. Isso vai marcar uma nova gestão e um novo comportamento de gestão” concluiu.

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MP cobra da PMJP política pública para os moradores próximo às Três Lagoas

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) instaurou inquérito civil público para acompanhar a situação de emergência dos moradores da Comunidade Três Lagoas, no bairro Jardim Veneza, em João Pessoa, atingidos…

Análise: João Azevêdo não encontrará “céu de brigadeiro” no segundo semestre do seu governo

O clima está calmo, o tempo também. Não se vê chuvas, nem se ouve trovoada no céu de brigadeiro do governador João Azevêdo (PSB). Ele taxiou bem, decolou ainda melhor,…