O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB) ratificou, em entrevista, a intenção de deixar os quadros do PSB paraibano assim que for aberta uma janela partidária, mas, na nova Casa, dois requisitos devem ser cumpridos – que ele se filie em uma nova agremiação para presidir o partido e que ele confie no presidente nacional da sigla.

O objetivo, conforme Galdino, é fugir de futuras ‘pegadinhas’ com promessas que não sejam cumpridas.

“Que eu vou sair do PSB já é certo, e o critério para entrar em uma nova sigla é que eu seja presidente e que eu confie no presidente nacional. Estive com os presidentes nacionais do Avante e do PRB. Estou conversando com as direções nacionais e só entro em algum partido se for pra eu ser presidente, até porque eu tenho medo de pegadinha. Eu sou um cara que gosta de cumprir compromisso, mas eu já tenho sofrido com isso das pessoas prometerem e não cumprirem comigo”, desabafou

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Secretário diz que João não irá perder mais tempo rebatendo ataques

O racha dentro do PSB não deve interferir na maneira como a gestão estadual está sendo administrada. Pelo menos é esse o tom adotado pelo secretário de Articulação Política do…

Análise: Tião Gomes acusa falta de lisura à OS que administrará o Trauma e João deve escutá-lo para evitar uma nova ‘Calvário’

O governador João Azevêdo (sem partido) deve iniciar a semana com um provável problema no que diz respeito à lisura da Irmandade de Santa Casa de Misericórdia de Birigui, do…