O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB) ratificou, em entrevista, a intenção de deixar os quadros do PSB paraibano assim que for aberta uma janela partidária, mas, na nova Casa, dois requisitos devem ser cumpridos – que ele se filie em uma nova agremiação para presidir o partido e que ele confie no presidente nacional da sigla.

O objetivo, conforme Galdino, é fugir de futuras ‘pegadinhas’ com promessas que não sejam cumpridas.

“Que eu vou sair do PSB já é certo, e o critério para entrar em uma nova sigla é que eu seja presidente e que eu confie no presidente nacional. Estive com os presidentes nacionais do Avante e do PRB. Estou conversando com as direções nacionais e só entro em algum partido se for pra eu ser presidente, até porque eu tenho medo de pegadinha. Eu sou um cara que gosta de cumprir compromisso, mas eu já tenho sofrido com isso das pessoas prometerem e não cumprirem comigo”, desabafou

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vené descarta constranger Azevêdo por apoio a Ana na disputa pela PMCG: “Confio no sentimento de amizade”

O senador Veneziano Vital do Rêgo, em entrevista concedida nesta quinta-feira (27), garantiu que não irá interferir na escolha de um candidato para a Prefeitura Municipal de Campina Grande ou…

Jackson Macedo e Jeová Campos entoam repúdio ao ato anti-Congresso

O presidente do PT na Paraíba, Jackson Macedo, juntamente com o deputado estadual do PSB, Jeová Campos repudiaram ontem (27), o ato do presidente da República, Jair Bolsonaro, que em…