A pauta política foi bastante movimentada nesta quarta-feira (29) na Assembleia Legislativa da Paraíba. Arestas foram dirimidas e o clima de sintonia na base aliada ganhou destaque.

Primeiro  o presidente da Casa, Adriano Galdino (PSB), fez questão de destacar a relação amistosa que vem mantendo com o governador João Azevêdo (PSB). O presidente ressaltou que Azevêdo tem adotado uma maneira diferente de governar e revelou que até mesmo membros da bancada de oposição tem elogiado a forma de governar do socialista.

“A relação com João é a melhor possível. É atencioso, humilde, conversa e dialoga. Não só comigo, mas com todos os 24 deputados da base. A relação é boa até com os deputados de oposição. Ontem mesmo tinha deputados de oposição (Walber Virgolino, Cabo Gilberto e Raniery Paulino) elogiando João. Mostrando que ele faz gestão diferenciada”, disse.

Pollyana e o PSB

Já a deputada estadual Pollyana Dutra (PSB) resolveu levantar a bandeira branca para o partido socialista. Ela que havia se mostrado inconformada na semana passada, alegando ser perseguida dentro da legenda, revelou, durante entrevista nesta quarta-feira (29) que as arestas foram sanadas e que o clima entre ela o PSB é de paz e amor.

“Conversei com PSB, aparamos as arestas, típico de partido democrático e é esse excesso de democracia que permite que as pessoas falem o que estão pensando. É muito importante. Tudo foi resolvido. Venho da base de sustentação do governo João Azevêdo e me identifico com o partido”, destacou.

Há quinze dias, Pollyana ameaçou deixar o PSB depois de ficar fora das três Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs), instaladas na Assembleia Legislativa da Paraíba. A parlamentar sugeriu que o partido censurava sua participação nas comissões.

Júnior Araújo e o G11

O grupo de 10 parlamentares que formam o ‘bloquinho’ dentro da bancada de situação na Assembleia pode ganhar mais um membro. Pelo menos é esse o prognóstico dado pelo líder do bloco, o deputado Júnior Araújo (Avante), também em entrevista nesta quarta-feira (29).

“Há possibilidade, mas costumo dizer: é algo espontâneo dos colegas, não há cooptação, nem assédio da nossa parte, é justamente em função do nosso posicionamento na Casa que tem chamado a atenção dos colegas”, afirmou Araújo.

Segundo ele, esse assédio de colegas mostra a credibilidade do grupo.

 

PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Especialista contradiz Cartaxo sobre funcionalidade da drenagem da Barreira

Apesar do prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo (PV) ter recentemente visitado os trabalhos de drenagem na barreira do Cabo Branco, que estão sendo realizados pela prefeitura, com recursos próprios…

Júnior Araújo avalia como oportunismo o anúncio de apoio a João Azevêdo feito por Dra. Paula

O deputado estadual Júnior Araújo (PSB) avaliou como sendo oportunista o apoio anunciado pela também deputada estadual Dra. Paula ao governador João Azevêdo (PSB). De acordo com Araújo, tanto a…