Por pbagora.com.br

O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco ), do Ministério Público da Paraíba (MPPB), através da Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e à Improbidade Administrativa (CCRIMP) denunciaram o exe-governador da Paraíba Ricardo Coutinho e mais seis pessoas por desvio de dinheiro para obras do Canal 40. O prédio funcionava como sede da campanha para as eleições ao cargo de governador.

Além de RC, também foram denunciados o seu irmão, Coriolano Coutinho, assim como, Valéria Coutinho, o cunhado Paulo César, Ivan Burity, Livânia Farias e Laura Caldas.

Na denúncia, o ex-governador é classificado como chefe de organização criminosa. A denúncia apresenta evidências de um esquema de desvio de recursos para gastos com mobília e despesas com água e energia.

A denúncia afirma ainda que “pela investigação que Ricardo Vieira Coutinho obteve valores oriundos do esquema criminoso, por interme dio da realizaça o de investimentos dissimulados em benfeitorias do denominado CANAL 40”.

DENUNCIA-CANAL-40-CÓPIA

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Efraim Filho defende ampliação de saque do FGTS

O deputado Efraim Filho (DEM/PB) é destaque no Jornal “Valor Econômico”, ao defender ampliação do acesso do trabalhador ao saque do FGTS em tempos de Pandemia. Leia a matéria na…

Galdino revela sondagem do governador sobre 2022: “Vou dialogar”

Após a confirmação por parte do presidente nacional do Avante, Luis Tibé, do nome de Eliane Galdino como presidente estadual do partido, o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB),…