O deputado federal Marcondes Gadelha (PSC) não guardou ressentimento por ter sido barrado pela segurança do Planalto durante visita do presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, à São José de Piranhas na última terça-feira (14).

Gadelha confirmou que os deputados Manoel Júnior, Hugo Mota e Vitalzinho, todos do PMDB, retornaram sem participar do evento. “Disse a oficial responsável que iria de todo jeito, e fui!”, desabafou.

O parlamentar confessou que em determinado momento perdeu o controle devido forma arrogante como se comportava a oficial do Exército. “Dediquei minha vida aquele projeto, não seria justo deixar de participar da visita do presidente as obras”, sustentou.

O deputado disse ainda que em determinado momento foi abordado por outros oficiais, que o reconheceram do Programa Show do Milhão e, logo autorizaram sua integração a comitiva presidencial.

 

Redação com Blog do Victor Paiva

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bolsonaro dá a largada para a privatização de nove estatais; veja lista

O governo deu início ao processo de privatização dos Correios, mas o procedimento de venda da holding, com começo imediato das discussões no Congresso — como era a expectativa —,…

Ex-vereador campinense tentará carreira política na cidade de Cabedelo em 2020

O ex-vereador de Campina Grande Murilo Galdino (PSB), deverá transferir o seu domicílio eleitoral para a cidade portuária de Cabedelo. Murilo que é irmão do presidente da Assembleia Legislativa, o…