Por pbagora.com.br

Enfermeira é exonerada de prefeitura após anunciar apoio a Maranhão e a Nadja Palitot. Há denúncias de que a perseguição atinge até os idosos com o corte no fornecimento de medicamentos de uso contínuo.

 

Perseguição política: enfermeira é exonerada e idosos estão sem receber medicamentos em Caldas Brandão

A enfermeira chefe do Programa de Saúde da Família (PSF) do município de Caldas Brandão, Gláucia Neide Martins denunciou que foi vítima de perseguição política. Ela foi exonerada do cargo no dia 2 de agosto, função que exercia já há seis anos, simplesmente por defender o candidato adversário do prefeito.

“Quando disse que estava apoiando os candidatos José Maranhão e a deputada estadual Nadja Palitot o prefeito João Batista Dias mandou me demitir”, relatou Gláucia.

Gláucia disse que a perseguição não parou. Agora, os idosos que freqüentam a ‘Casa da Família’, instituição não-governamental, estão denunciando que deixaram de receber os medicamentos do Sistema Único de Saúde (SUS) porque freqüentam o local.

A instituição que funciona há dois anos é mantida pela enfermeira e atende uma média de 45 idosos da Zona Rural, por mês. O trabalho desenvolvido na ONG tem uma finalidade social através de grupos de hipertensos e diabéticos. Procuro levar para a ‘Casa da Família’ alguns profissionais da área da saúde para prestar atendimento aos idosos.
 

 

Gledjane Maciel 

PBAgora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João Azevêdo destaca que parceria com Cícero fará bem a Capital

O governador João Azevêdo votou na manhã deste domingo (15), no Colégio Primeiro Mundo, no bairro de Manaíra, em João Pessoa. Após votar, o governador da Paraíba avaliou a parceria…

Zé Maranhão é atendido no hospital da Unimed após testar positivo para Covid-19

O senador José Maranhão (MDB), procurou atendimento médico após apresentar febre e tosse na noite deste domingo (29). A informação foi confirmada por uma fonte ligada ao político ao portal…