Acusado de ter comandado a invasão do Centro Administrativo, o deputado estadual Frei Anastácio tratou de se defender e negar as acusações. O deputado que tem uma ligação com as causas dos trabalhadores sem terra, disse que nunca planejou nem organizou a ocupação.
"Eu nem mesmo estava aqui, não organizei nenhuma ocupação. Não sou comandante de nenhuma luta, o movimento tem comando, tem direção, eu apenas presto meu apoio", se defendeu o deputado estadual Frei Anastácio (PT), em relação às acusações de que teria orquestrado a ocupação ao Centro Administrativo em João Pessoa.

A invasão aconteceu na manhã desta segunda-feira, 21, e terminou por volta das 16h.
O parlamentar ainda criticou o fato dos manifestantes estarem sendo chamados de baderneiros. E disse que não houve depredação de carro, nem de prédio, mas que foi uma manifestação pacífica de trabalhadores que estão sofrendo com a insensibilidade do governo. "Não houve depredação nem de carros, nem de prédio, nem de salas, a Polícia Militar foi que chegou atirando para todo lado. Os trabalhadores do Centro Administrativo estão sofrendo apenas por conta da intransigência do governador", informou.

O protesto que durou cerca de sete horas acabou depois de um acordo entre secretários do governo estadual e líderes do MST. Posteriormente eles marcharam pela Epitácio Pessoa, em direção ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária.
Segundo a secretária de comunicação, Estela Bezerra, haverá um encontro entre líderes do MST e do Governo do Estado nesta quinta-feira (24), às 15h, no Palácio da Redenção, na capital paraibana, para discutir as pautas com as reivindicações.

PBAgora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Aguinaldo Ribeiro trabalha para que Cláudio Régis assuma cadeira na ALPB

O deputado federal, Aguinaldo Ribeiro, conhecido, nacionalmente, pela habilidade de articulação política, decidiu se movimentar na Paraíba para fortalecer o Progressistas e prestigiar os aliados no Estado. Aguinaldo foi o principal…

Galdino revela que não tolera mais ausências injustificadas dos deputados na ALPB: “Vou cortar o ponto”

Promessa feita durante a sua postulação para presidir a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), o deputado Adriano Galdino (PSB), voltou ontem (15), a afirmar que não vai tolerar mais ausências…