Em depoimento recente, o deputado federal paraibano Julian Lemos que preside estatualmente o PSL, que me 2018, disputou as eleições de 2018, como aliado de primeira hora do então candidato a presidente Jair Bolsonaro e apoiador da chapa de Lúcelio Cartaxo e Cássio Cunha Lima, revelou que um dos seus dois votos para o cargo de senador foi em Veneziano Vital do Rêgo (PSB) que  disputou na chapa encabeçada pelo atual governador João Azevêdo (Cidadania).

Julian disse que seu voto para senador em 2018 foi para Veneziano Vital, filiado ao PSB, que teve como candidatos, além de Veneziano o candidato a senador Luiz Couto (PT) e João Azevêdo. Na chapa de chapa de Lúcelio Cartaxo (PV) que tinha como vice-governadora Micheline Rodrigues esposa do ataul prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues (PSD) e candidatos a senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e Daniella Ribeiro (PP). A revelação aconteceu quando Veneziano concedia entrevista à Rádio Correio FM, em João Pessoa, e Julian pareceu no estúdio, o saudou e disparou: “Foi o senador que eu votei”.

 

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

STF retém ação contra “quadrilhão” do PP que envolve o deputado Aguinaldo Ribeiro

Um ano após aceitar a denúncia, o Supremo Tribunal Federal adota um vaivém burocrático e retém a ação contra o chamado “quadrilhão do PP”, referência ao Partido Progressistas, em cuja…

Apesar de decisão do STF e comemoração de aliados, prefeito flagrado com dinheiro na cueca segue preso

O prefeito da cidade de Uiraúna, João Bosco Fernandes (PSDB) segue preso mesmo após o STF ter determinado a sua soltura mediante o pagamento de fiança estipulada em R$ 522…